Revisão na marca: sim ou não?

Junho 30, 2023

Se tem carro próprio, esta questão já lhe deve ter ocorrido. Mas vale mesmo a pena fazer a revisão na marca?

Vamos descobrir.

 

Em que consiste a revisão?

Para quem tenha comprado carro há pouco tempo ou seja recém-encartado, importa explicar em que consiste uma revisão automóvel.

Dito de forma simples, é um conjunto de exames de diagnóstico ao seu carro, em que são analisados os seus vários sistemas e componentes, mecânicos ou elétricos, e o seu respetivo estado de conservação e funcionamento.

Após o diagnóstico, e detetadas anomalias que possam vir a ser um problema futuro, a oficina responsável faz uma substituição preventiva dessas peças.

 

A importância da revisão

A revisão é assim importante como ação preventiva, evitando que o automóvel chegue a grandes níveis de desgaste e impedindo-o de ir parar à oficina para consertos dispendiosos.

 

Na marca ou não?

Há vários fatores que nos ajudam a tomar uma decisão esclarecida em relação a este tema.

Vamos então analisá-los, um por um.

 

 

A idade do carro

Se o automóvel for mais recente, o melhor é ter desde logo mais cuidados com os materiais e produtos utilizados, para que a vida do automóvel e o seu rendimento sejam otimizados.

Está no seu controlo fazê-lo logo desde o início de vida do automóvel.

Quando o carro já é mais antigo, o cuidado poderá já ser menor. Provavelmente, já terá até sofrido algumas substituições de peças de origem.

Além disso, um carro mais antigo já é, para os mecânicos e oficinas independentes, um carro também mais conhecido. 

É muito provável já terem passado pelas mãos destes mecânicos vários exemplares do seu carro, e aí aumenta o à-vontade destes profissionais no processo de revisão e diagnóstico de falhas e avarias – que são muitas vezes recorrentes em cada exemplar de modelo.

As peças, por ser um carro há mais tempo no mercado, também serão mais fáceis de encontrar para uma oficina independente – e poderão ser mais baratas.

Assim, de acordo com o fator idade do automóvel, se for um carro novo, talvez seja avisado fazer a revisão na marca. 

Sendo um carro ainda relativamente desconhecido dos profissionais independentes, estes acabam por ter um tratamento diferente dos mecânicos da marca, que conhecem já o carro e podem dar-lhe um acompanhamento mais informado e por isso melhor.

 

 

A garantia

Corre o mito entre os condutores de que fazer a revisão fora da marca implica a perda da garantia do fabricante. Mas será verdade?

Hoje em dia, fruto de legislação europeia promotora da livre concorrência, já não é bem assim.

Antigamente, as marcas alegavam que, por deixarem de controlar os materiais e procedimentos envolvidos nas revisões em oficinas independentes, não poderiam garantir que o carro continuava a funcionar conforme previsto. 

No entanto, apesar de haver agora muito maior flexibilidade, é ainda obrigatório colocar no veículo material de um determinado nível, bem como peças originais e seguir o plano previsto pela marca. 

Isto tornava as revisões na marca obrigatórias, gerando um monopólio das oficinas dos fabricantes – e foi isto que a nova legislação quis combater.

Podemos considerar este um fator a favor das oficinas independentes, uma vez que a lei protege a garantia do seu carro, mesmo que tenha feito a revisão junto destes profissionais. 

 

 

Preço

O principal fator dissuasor de fazer a revisão na marca é o preço, geralmente mais elevado aí do que numa oficina independente.

A legislação a que aludimos anteriormente veio baixar um pouco os preços por força da concorrência: ainda assim, a diferença mantém-se.

Vale a pena consultar preços tanto em oficinas independentes como na marca para tomar a decisão.

E não se esqueça: peça sempre um orçamento concreto, tendo em conta os dados do seu carro, nunca em abstrato.

 

Conclusão

Não há, como na maioria das coisas na vida, uma resposta fácil e definitiva. Tudo depende da multiplicidade de fatores que expusemos.

Saiba que os preços podem ser díspares, e que vale a pena pedir vários orçamentos concretos.

Saiba também que nada o impede, legalmente, de fazer a revisão num profissional independente.

E tenha em atenção esta regra: quanto mais comum e antigo for o carro, mais conhecido será junto das oficinas independentes.

Marque já a revisão do seu automóvel na Fix&Go, um especialista de referência, que lhe dá garantias de um trabalho bem feito.

 

 

Mais Notícias

Mecânica é connosco

Serviços Mecânica Fix&Go Quando pensamos em oficina, imediatamente ocorre-nos a palavra “Mecânica”, ou “mecânicos”, os profissionais em si da área. Essa associação, apesar de redutora,…

O Custo da Mobilidade Elétrica em Portugal

O Custo da Mobilidade Elétrica em Portugal: Uma Análise Detalhada No final de 2021, a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) trouxe à tona uma…

Mais Vistas

Gasóleo ou gasolina? Conheça as diferenças.

Existem algumas diferenças claras entre gasóleo e gasolina, que provavelmente poderá saber. No entanto existem outros detalhes menos óbvios que pode desconhecer. Fique a par…

Num automóvel os amortecedores têm que função?

Num automóvel, os amortecedores são essenciais para o bom funcionamento da direção do carro durante a condução. A utilização de amortecedores em mau estado acelera…

Travão de mão: quais os problemas mais comuns e como evitá-los

Todos os condutores sabem para que serve um travão de mão e como é acionado. Mas será que conhece em maior detalhe o funcionamento deste…